Irlanda

Sobre o País

  • Capital
    Dublin
  • Idioma
    Inglês e Irlandês
  • Fuso Horário
    UTC+0
  • Moeda
    Euro
  • Cidades
    Dublin, Galway, Cork, Swords, Limerick

Brasileiros na Irlanda

Irlanda é um Estado soberano da Europa que ocupa cerca de cinco sextos da ilha homônima. É uma república constitucional governada como uma democracia parlamentar, com umpresidente eleito para servir como chefe de Estado. Considerada um país desenvolvido, a Irlanda tem o décimo primeiro maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo, além de ótimas classificações em índices que medem o grau de democracia e liberdades como a de imprensaeconômicae política.

O Estado moderno irlandês foi fundado em 1922 como o Estado Livre Irlandês, um domínio dentro doImpério Britânico, na sequência do Tratado Anglo-Irlandês que pôs fim à Guerra de Independência da Irlanda. Apesar de atualmente estar entre os países mais ricos do mundo, a Irlanda foi uma das nações mais pobres na Europa enquanto esteve sob domínio do Reino Unido e durante décadas após a sua independência. 

Principais Cidades

Dublin é a capital e a maior cidade da Irlanda e tem uma população de 527.612 habitantes. Fundada como um assentamento víquingue, foi o centro do Reino de Dublin e se tornou a principal cidade da Ilha após a invasão dos Normandos. A cidade cresceu de maneira rápida durante o século XVII; se tornou na época a segunda maior cidade do Império Britânico e a quinta maior da Europa

 

Galway é uma cidade da Irlanda e é capital do condado homônimo. É a quarta maior cidade do país e a maior da província de Connacht. Conta com uma população de 65.832 habitantes (censo de 2002).

 

Cork é a segunda maior cidade da República da Irlanda e a terceira mais populosa da ilha da Irlanda, depois de Dublin e Belfast. É a capital e a principal cidade do condado de Cork e também a maior cidade de Munster.

 

Limerick é a cidade se encontra na região Centro-Oeste da Irlanda, no estuário do rio Shannon, na província de Munster. Na região urbana tem 95,854 habitantes (2006) e é a segunda maior cidade da província. Limerick possui indústrias de carne e muitas atividades comerciaisagrícolas, tecnologia, e turismo. Em 1197 a cidade recebeu o foral e, sob as ordens do Rei João foi construído um castelo, fornecendo, juntamente com as muralhas construídas aquando da sua fundação, uma proteção adicional. Apesar de tudo a cidade foi cercada três vezes no século XVII, que culminou com a assinatura do Tratado de Limerick. A maior parte da cidade foi construída durante a próspera época georgiana, que acabou abrutamente com o Ato de União em 1800. A depressão durou dois séculos, altura em que ocorreu a grande fome irlandesa de 1845 a 1849, a guerra de independência e o período de Emergência da Segunda Guerra Mundial, até à explosão económica na década de noventa que durou até à crise económica de 2008. Atualmente, a cidade tem uma população multicultural em crescimento.

 

Belfast é uma cidade do Reino Unido. É a maior cidade e capital da Irlanda do Norte e da província do Ulster, sendo a segunda maior cidade na ilha da Irlanda. Enquanto a população dentro dos limites da cidade é de cerca de 275.000, cerca de 750.000 pessoas vivem na área da Grande Belfast. Situa-se próxima à foz do rio Lagan. É flanqueada por trechos de montanha nos dois lados. 

O nome Belfast tem origem no irlandês Béal Feirste, ou 'boca do Farset' (feirste é o genitivo da palavra fearsaid, "um carretel"), o nome do rio onde a cidade se ergueu. O rio Farset foi tomado pelo rio Lagan, por este ser um rio mais importante. O Farset encontra-se agora canalizado debaixo da rua High. Bridge Street indica onde existia antigamente uma ponte sobre o rio Farset.

Belfast testemunhou o pior dos conflitos na Irlanda do Norte. O Acordo da Sexta-feira da Paixão encorajou a reconstrução da cidade em larga escala, tais como a Victoria Square, o Titanic Quarter e Laganside incluindo o novo complexo Odyssey e o ponto de referência Waterfront Hall.

Passeios

1. Guinness Storehouse

Sem dúvida, a atração número 1 da nossa lista de 5 passeios imperdíveis em Dublin. A Guinness Storehouse é um dos locais mais impressionantes da cidade. São sete andares que se dividem para contar a história da cerveja stout criada por Arthur Guinness. Além de entender todo o processo de produção da cerveja, conhecemos a história da publicidade da marca, degustamos e aproveitamos o Gravity Bar, que fica no último andar do prédio e permite visualizar a cidade em 360 graus. Quem quiser, ainda pode aprender a servir uma pint de Guinness da maneira tradicional e se formar naGuinness Academy

 

2) Temple Bar

Parada obrigatória para quem vai à Dublin e uma oportunidade de aproveitar o melhor das noites irlandesas. A área ainda conserva ruas estreitas e cheias de pedras no estilo medieval. Com um pub ao lado do outro, dá para ouvir a música alta e as pessoas se divertindo, com um alto-astral indescritível. 

 

3. Dublinia

Para quem gosta de museus, este é daqueles para se apaixonar. Dublinia oferece aos visitantes uma experiência Vicking e Medieval. O melhor de tudo é a forma como as informações são entregues ao visitante, sempre muito interativas. Por exemplo: Para entender a forma como os vickings faziam suas viagens marítimas, você precisa abrir barris de madeira, analisar o ambiente, provar as vestimentas e ouvir cada som recriado nos espaços montados com bonecos, tendas e materiais de época. O objetivo é ver Dublin de uma perspectiva diferente dos museus aos quais estamos acostumados. Uma diversão mesmo, tanto para crianças quanto para adultos!

 

 

4. The Brazen Head Pub

Nunca havíamos imaginado entrar em um pub fundado no ano de 1198! O pub mais antigo da Irlanda já é lindo desde sua entrada, com flores que emolduram a fachada de forma a alegrar o local. Dentro, não existe muita certeza da originalidade histórica do ambiente, mas todas aquelas paredes com certeza preservam muitas fofocas surpreendentes. Fomos para almoçar e aproveitar o local à luz do dia. As paredes são repletas de memórias, fotos, notas de dinheiro e até uma coleção de distintivos de polícia de diversos países. Pedimos uma porção de fish’n chips, prato tradicional, e uma salada deliciosa com queijo de cabra. A carga emocional de sentar sob o mesmo teto que um dia James Joyce já sentou e Jim Morrisson já tocou valeu todo o passeio!

 

5. St. Anne’s Park

Um pouco for a da área central de Dublin, o St. Anne’s é o um grande parque da cidade, com mais de 200 hectares. Foi construído pela família Guinness, cujo sobrenome estampa vários locais da cidade. Muitas árvores e flores. Tudo muito bem cuidado, limpo e preservado. As pessoas se encontram para para um piquenique, levam seus cachorros e as crianças para os playgrounds e todo mundo se diverte em um local seguro e arborizado. Todo ano, em Julho, a Festa das Rosas é celebrada com comida, música e muito alto-astral. 

Cultura

Dublin é a cidade de grandes festivais tradicionais. A cada semana, há um ritmo de festa diferente, podendo ser então, um festival religioso, musical, de arte, moda, comidas, bebidas, feira de livros e entre outros. 

A Irlanda é famosa pelo Book of Kells, também conhecido como o Grande Evangelho de São Columba, que é um manuscrito ilustrado com motivos decorativos, feito por monges célticos até ao ano de 800. A principal peça do cristianismo irlandês e da arte-saxónica irlandesa, é, apesar de estar inacabada, um dos mais sumptuosos manuscritos iluminados que sobreviveram desde aIdade Média. Devido à sua grande beleza e excelente acabamento técnico, este manuscrito é considerado por muitos especialistas como um dos mais importantes vestígios da arte religiosa medieval. Escrito em latimo Livro de Kells contém quatro Evangelhos do Novo Testamento.

O dia 17 de março é para homenagear o padroeiro da Irlanda: São Patrício, que promoveu o Cristianismo na ilha. Diz-se que expulsou as cobras de todas as partes do território. A harpa, que aparece na crista da província deLeinster e o trevo de três folhas, também são identificados como símbolos da Irlanda. O trevo de três folhas é um símbolo do país, porque é dito que São Patrício o utilizou para explicar a Santíssima Trindade. A cor verde também é a cor mais associada à Irlanda, e está presente na bandeira nacional representando os cristãos da Irlanda.

A Irlanda ocupa o quinto lugar no mundo em termos de igualdade de gênero. Em 2011, o país foi classificado como o mais caridoso da Europa e o segundo do mundo. contracepção foi controlada na Irlanda até 1979, no entanto, o declínio da influência da Igreja Católica tornou a sociedade cada vez mais secularizada.

Exemplos de alguns pratos típicos da cozinha irlandesa são o guisado irlandês, e também o toucinho com couve (cozidos juntos). O Boxty é um prato tradicional, que consiste num pastel feito de batata. Em Dublin é muito popular o coddle, que é feito com linguiça de porco cozida. A Irlanda é famosa pelo seu pequeno-almoço irlandês, que é servido principalmente com carne de porco e pode incluir batata frita.

Uma das bebidas mais associadas á Irlanda é o Guinness, que é frequentemente servido em pub's, mas também é popular a Smithwicks. Esta é uma tradição irlandesa, de se tomar sidra, para além do Whiskey de malte e do café irlandês.

 

Programas para este país

LiveZilla Live Help